Backbone.js up and running - Parte 1 - Introdução


JavaScript. Hoje, mais do que nunca, a linguagem de programação que move a Web tem sido amplamente utilizada na construção de aplicações cada vez maiores e mais complexas.

O fato é que, assim que você começa a desenvolver algo um pouco mais complexo, como aplicações com constante manipulação de dados, diversas requisições assíncronas, e ricas em interações com o usuário, manter uma base de código consistente deixa de ser algo trivial rapidamente, e você logo se encontra em um inferno de callbacks.

Programadores JavaScript carecem (na verdade careciam) de uma estrutura sólida.

Backbone.js gives structure to web applications…

Buscando preencher essas “lacunas” encontradas, “um oceano de frameworks e biblitecas” tem sido criadas pela comunidade de desenvolvedores JavaScript do mundo todo. Seguindo padrões já conhecidos no desenvolvimento de software, esses frameworks e bibliotecas tornam nossas vidas um pouco mais fáceis, por fornecer a base da qual precisamos.

Backbone.js é uma biblioteca open-source criada por Jeremy Ashkenas, que fornece estrutura para aplicações Web por meio de um conjunto simples de componentes (como Events, Model, Collection, View) trazendo um estilo de programação MVC-like (amplamente conhecido como MV*) e pronto para interagir com API’s RESTful.

Se você não faz ideia do que são esses componentes, não se preocupe. Nesta série de artigos vamos conhecer (e aprender como utilizar na prática) cada uma das “peças” que formam o Backbone.js, e logo você estará acostumado com elas.

Exemplos do mundo real

Uma boa sugestão (entre vários outros pontos a serem considerados) na hora de escolher qual framework ou biblioteca usar/aprender, é descobrir que desenvolvedores tem feito uso dessa ferramenta em produção.

E nessa questão, o Backbone.js tem um portfólio forte. Várias empresas com aplicações de larga escala tem feito uso dessa biblioteca, e ela tem cumprido bem seu papel. Que empresas são essas? Para listar algumas:

Antes do próximo artigo…

Ficou curioso para conhecer mais sobre Backbone?

A documentação oficial é bem completa, e você pode deve consultá-la sempre que precisar. Que tal dar uma “espiada” nela enquanto isso? =]

Gostou da ideia dessa série sobre Backbone? Deixe um comentário. Seu feedback é muito importante para que eu continue e escreva os próximos artigos.